terça-feira, 22 de julho de 2014

Fazei tudo o que Ele vos disser

Fazei tudo o que Ele vos disser

"Três dias depois, celebravam-se bodas em Caná da Galileia, e achava-se ali a mãe de Jesus. Também foram convidados Jesus e os seus discípulos. Como viesse a faltar vinho, a mãe de Jesus disse-lhe: Eles já não têm vinho. Respondeu-lhe Jesus: Mulher, isso compete a nós? Minha hora ainda não chegou. Disse, então, sua mãe aos serventes: Fazei o que ele vos disser." (João 2,1-5)

São muitas as pessoas que Deus coloca em nossa história para provocar em nós a santidade. Mas o que é a santidade? Alcança a santidade o ser humano que consegue se livrar dos excessos.

A Igreja nos convida a purificar o nosso coração dos nossos excessos. Se você viajar e levar muita mala, a viagem ficará pesada. Assim é a nossa vida. É preciso viver com leveza, e só consegue esvaziar a mala aquele que, de alguma maneira, já esvaziou o coração.

Às vezes, precisamos fazer o "retiro da boa morte", ou seja, retirar aquilo que não usamos mais e dar aos outros. A santidade acontece no íntimo do nosso coração quando retiramos de nossa alma o que nos pesa.

Precisamos ter autoridade afetiva sobre os outros. Uma pessoa só consegue se aproximar de nós, porque tem autoridade afetiva; a palavra dele vale muito mais para nós que a palavra de um desconhecido.

Pe. Fábio de Melo
Foto: Wesley Almeida


Maria sabia o que significava na vida de seu Filho. Ela é parte do mistério da salvação, ela é quem nos traz Jesus. A passagem citada acima culmina num grande milagre, mas não é a isso que eu quero me ater. Na Palavra, vemos que o vinho acabou na festa e não seria Jesus a resolver o problema. Mas Maria vai até os servos e lhes diz: “Fazei tudo o que ele vos disser”. A importância dela está expressa nessa passagem. Nossa Senhora nunca quis tomar o lugar de Jesus. O papel dela é nos conduzir a Ele, que pode resolver os nossos problemas. Ela não nos prende em si mesma, ela não nos diz: “Fique aqui e eu vou resolver tudo por você”. Não!

As devoções não devem ficar presas em si mesmas, mas precisam nos levar a Jesus. Maria não quer que fiquemos presos a ela. A Virgem Santa quer nos conduzir ao seu Filho que se chama Jesus. Digo a mesma coisa todos os anos na procissão do Círio de Nazaré. Preste atenção naquele povo que está andando atrás de Nossa Senhora na procissão. Eles andam atrás daquela mulher? Não! Andam atrás do Menininho que ela carrega no colo.

As bodas de Caná nos mostram o poder de intercessão que a Virgem Maria tem sobre Jesus. “Fazei tudo o que ele vos disser”. Se nós, que somos cristãos, não fizermos uma experiência concreta com Jesus Cristo, seremos oprimidos pelo mundo. A Sagrada Escritura nos dize que o diabo é um bicho ardiloso que está ao nosso redor.

A juventude rasa de hoje em dia é educada para ver a vida como entretenimento; porém, somos chamados a ouvir o que a Virgem Maria diz. Existem muitos cristãos sem Jesus Cristo, porque se limitam a viver os "entretenimentos" da religião.

O Cristianismo só acontece na nossa vida quando dobramos os joelhos no chão e buscamos Deus. Buscai as coisas do Alto!

Desafie-se a sair da mesmice, deste mundo que o droga e prostitui. Ouse ser gente, e ser gente é potencializar todas as suas estruturas como pessoa e não permitir que o mundo faça de você um capacho, porque você não o é.

Quem são as pessoas que tem autoridade sobre você e o influenciam? A quem você obedece? Qual palavra tem norteado suas decisões? Quem influenciou seu vício? Quem o nutre?

Nossa Senhora entra para a história de um jeito marcante, ela nos ensina que se nós trocarmos a Palavra de Jesus por outras palavras nós nos perderemos.

Quantas vezes você ouviu a palavra certa do jeito errado ou na hora errada? Porém, uma coisa é certa: há uma Palavra que é correta para todos nós: todos nós gostaríamos muito de ser feliz, gostaríamos muito de acertar. Por mais que você não demonstre isso.

"Alcançou a santidade o ser humano que conseguiu livrar-se dos excesso", diz padre Fábio.
Foto: Wesley Almeida


Uma pessoa agressiva precisa de quê? De carinho. Mas ela desaprendeu a pedir. Pessoas que são usuárias de drogas não gostariam de estar nessa vida, mas não sabem para onde ir. Quantas pessoas desacreditaram de suas potencialidades! Quantas meninas machucadas em sua vida! Quantas se deitaram com vários homens, mas, no fundo, o que desejavam era ser amadas de verdade. São muitos os jovens que estão se perdendo nas estruturas diabólicas que os entretêm.

Há muitos jovens que, quando crianças, ouviam os pais e os avós, mas cresceram e a palavra de sua família perdeu a autoridade. Hoje, esses jovens estão perdidos. Deus quer que você se levante, e esta é a palavra certa na hora certa para você.

O Cristianismo é uma proposta maravilhosa, mas para aqueles que têm a coragem de enfrentar os desafios. Gente mole nunca vai poder acolher a Palavra do Senhor. Quando você acolhe a Palavra de Jesus, o beneficiado é você mesmo, porque sua vida vai mudar, vai ficar melhor, o seu coração vai ficar mais limpo. Coragem! Fazei tudo o que Ele vos disser! Esse conselho não tem erro, endireite os seus caminhos na direção do Senhor.

Um passo de cada vez e acabamos chegando. Você pode ter a certeza de que, se tiver a coragem de fazer tudo o que Deus lhe disser, Ele vai ajudar você. Quem são os seus melhores amigos? São aqueles que o levam a Jesus. Você tem ou não tem mil amigos que o chamam à perdição? Deus quer mostrar que você pode ser gente normal, bonita e ter o coração puro.

A Sagrada Escritura nos diz que quem encontrou um amigo encontrou um tesouro. Se tivermos maus amigos, eles nos levarão à perdição. Aquele amigo "poste" que você tem e que não vai a lugar nenhum, gosta de fazer do você um "poste" também. Já os bons amigos não querem que você fique estacionado. O seu coração tem riquezas que você não conhece, mas os amigos que o amam levarão você a descobri-las.

Muitas vezes, não queremos ouvir a verdade, por isso jogamos fora o que os nossos pais, nosso amigos querem nos dizer. Insistimos em escutar os conselhos daqueles que não nos amam e seguir os caminhos daqueles que querem a nossa perdição.

O que podemos fazer com um mundo que confunde cultura com entretenimento? Veja como é fácil manipular o povo! Em nosso país, os governos ingratos nunca trazem a verdade até nós. Se você prestar atenção na letra das músicas que tocam nas rádios, nos programas de TV, chegará à conclusão de que eles estão nos dizendo: “Consideramos vocês um bando de imbecis! Um povo fácil de ser administrado”.

O projeto de Deus para mim e para você é a inteligência. Precisamos de uma geração capaz de identificar com sabedoria as vozes que querem nos distanciar de Deus. Precisamos ser profetas dos dias de hoje, ter a coragem de dizer aos seus amigos que o mundo quer nos colocar num projeto de "idiotização". “Fazei tudo o que Ele vos disser”.

Jogue fora os sentimentos ruins. Sua vida é preciosa, você tem valor para Deus. Volte para sua casa e olhe para os seus de uma maneira diferente.

Não tenha medo de pedir perdão. Só os grandes têm coragem de pedi-lo. Olhe para sua casa e descubra que moram anjos ao seu lado. Tenha a coragem de olhar para sua casa e dizer: “Pai, mãe, inicia-se, agora, um tempo de paz entre mim e vocês”. Seja profeta para si mesmo e tenha a coragem de denunciar todas as estruturas erradas em sua vida.


Padre Fábio de Melo

Acampamento PHN - Padre Fábio de Melo "Maria -- Aquela que acreditou!" (...

domingo, 20 de julho de 2014

A verdadeira amizade - Pe. Fábio de Melo

'Sou como o rio em processo de vir a ser.'

O inacabado que há em mim 
(Padre Fábio de Melo) 

Eu me experimento inacabado. Da obra, o rascunho. Do gesto, o que não termina. Sou como o rio em processo de vir a ser. A confluência de outras águas e o encontro com filhos de outras nascentes o tornam outro. O rio é a mistura de pequenos encontros. Eu sou feito de águas, muitas águas. Também recebo afluentes e com eles me transformo.

O que sai de mim cada vez que amo? O que em mim acontece quando me deparo com a dor que não é minha, mas que pela força do olhar que me fita vem morar em mim? Eu me transformo em outros? Eu vivo para saber. O que do outro recebo leva tempo para ser decifrado. O que sei é que a vida me afeta com seu poder de vivência. Empurra-me para reações inusitadas, tão cheias de sentidos ocultos. Cultivo em mim o acúmulo de muitos mundos.

Por vezes o cansaço me faz querer parar. Sensação de que já vivi mais do que meu coração suporta. Os encontros são muitos; as pessoas também. As chegadas e partidas se misturam e confundem o coração. É nessa hora em que me pego alimentando sonhos de cotidianos estreitos, previsíveis.

Mas quando me enxergo na perspectiva de selar o passaporte e cancelar as saídas, eis que me aproximo de uma tristeza infértil. Melhor mesmo é continuar na esperança de confluências futuras. Viver para sorver os novos rios que virão. Eu sou inacabado. Preciso continuar.

Se a mim for concedido o direito de pausas repositoras, então já anuncio que eu continuo na vida. A trama de minha criatividade depende deste contraste, deste inacabado que há em mim.

Um dia sou multidão; no outro sou solidão. Não quero ser multidão todo dia. Num dia experimento o frescor da amizade; no outro a febre que me faz querer ser só. Eu sou assim. Sem culpas.

quarta-feira, 25 de junho de 2014

"Siga o conselho dos mineiros" :)

Olhar Devagar...  
Cuide de quem você ama. Aceite o desafio de andar pequenas distâncias. Às vezes, é mais difícil ir de São Paulo a Belém do que através da mesa que nos separa. O outro está sentado do outro lado da mesa, mas parece que está do outro lado do mundo. Construa pontes para essas pequenas distâncias. Elas podem nascer do seu olhar. Quer uma dica? Siga o conselho dos mineiros. ''Olha procê vê!'' 

(Pe. Fábio de Melo)